terça-feira, 19 de janeiro de 2010

António Maria da Silva

António Maria da Silva nasceu em Lisboa a 15 de Agosto de 1886. Filho de pais pobres teve de começar a trabalhar cedo e chegou ate a ser bombeiro atingindo o posto de comandante.
Iniciou-se nos teatros amadores e em 1910, no palco do teatro da rua dos condes, estreou-se profissionalmente na peça “O Novo Cristo”. Contratado pela companhia Alves da Silva, aí participou em peças como “O Conde de Monte Cristo” ou “O Rei Maldito”.
Em 1913, vai para o Brasil em digressão com a companhia teatral “António de Sousa” e acaba por se casar em 1920 com Josefina Silva.
Em 1921, regressa a Portugal e vai trabalhar em peças de teatro ligeiro e de revista na Companhia de Teatro Satanella-Amarante, onde permanece por longos anos.
É no filme “A canção de Lisboa” (1933), de Cottinelli Telmo que o lança na munda da fama como actor de cinema.


Participou na sua maioria em filmes de comédia como “O pátio das cantigas” (1942), “O Costa do Castelo” (1943) e o filme que o deixou mais famoso “O leão da estrela” (1947). Foi distinguido, no dia 4 de Novembro de 1966, como Oficial da “Ordem Militar de Santiago da Espada”, uma das Antigas Ordens Militares que tem por fim distinguir o mérito literário, científico e artístico.
A 3 de Março de 1971, em Lisboa, morre com 86 anos de idade.


Francisco
fontes:wikipedia

1 comentário:

  1. Muito bem! Contente pela ideia e pelo cuidado em complementar o texto! FM

    ResponderEliminar